sexta-feira, 5 de maio de 2017

Desejo













Autora: 
Elizabeth Vargas Marcondes

Entre mil sóis o calor de um...
Abraço estreito que cala alma,
Acalma!

Me dá a calma de que preciso
No momento impreciso do amor
Que se fez na primavera...
Percorreu décadas outonais.
Viu flores e espinhos...
Espalhados no quintal da vida.

Desejo!...
O frio de todos os invernos...
Que se fora e hão de vir,
Na sonata de dois corações 
Que desejam os mesmos acordes
Da mais bela canção que a vida fez!

Desejo!...
A profusão de corpos que esperam
Na ânsia deste querer. 
E o tempo sabedor de nós...
Apesar dos Nós...
Nos presenteou.

Desejo, apenas desejo 
A troca dos olhares ...
...Que ainda não trocamos
Mas que embevecida espero...
No afago das mãos
No beijo molhado...
O cuidado de nada perder.

Autora: Elizabeth Vargas Marcondes - Londrina/PR

Um comentário:

João Batista Silva disse...

Parabéns Elizabeth Vargas,o texto "Desejo",é de uma conjuntura agradável que leva o leitor ao sabor relativo da obra ,e o mais importante;não precisa pedir provas explicativas,científicas.
"Flores,espinhos",é preciso cuidar ,com cuidado...
"Canção,acordes", o espírito harmônico e sua lenda...
"Troca dos olhares"Esta é encantadora ! As demais também...
João Batista Silva-08/05/2017