sábado, 25 de fevereiro de 2012

Para que todos saibam - Autor: Jorge Tufic

Somente os grandes poetas
me fazem sentar à mesa
e libertar meus dedos da ferrugem.

Somente os grandes pintores
me fazem ver as crianças do mundo
nas sete cores do arco-íris.

Somente os grandes músicos
me fazem pulsar no silêncio do quarto
como um tumor de salgema.

Somente os grandes amigos
me fazem trocar tudo, tudo mesmo,
por um cavaco de prosa.


Livro: A Insônia dos Grilhos
Autor: Jorge Tufic - Fortaleza/CE
Poesia – 2ª edição
Publicação autorizada pelo autor

2 comentários:

Lucia Resende de Sá - Custódia PE disse...

Bonito poeta. Adorei!

Carlos Costa disse...

"Somente os grandes amigos
me fazem trocar tudo, tudo mesmo,
por um cavaco de prosa..."

Sou apenas um cronista, mas considero-me contemplado nesse verso do poema PARA QUE TODOS SAIBAM, de Jorge Tufic, porque já o fiz sentar-se várias vezes na varanda de meu - como ele chamou "palacete aéreo" e, com o amigo, fiz "liberar seus dedos da ferrugem" para saborear da bebida que o amigo JT mais aprecia, um bom uisque. Estou super feliz por sentir-me contemplado em seus versos do poema "Para que todos saibam" do grande poeta, Jorge Tufic.