terça-feira, 21 de agosto de 2012

Era só uma bonita fogueira... - Autora: Zélia Maria Freire


Era uma bonita fogueira de S. João, as labaredas estavam altas, aí veio a chuva, a noite ficou escura e só restou as cinzas molhadas. Enquanto eu, da janela do meu quarto pensava em Pablo Neruda... Eran de hierro sus ramales y de fuego muerto sus ojos?

Autora: Zélia Maria Freire – Natal/RN

Publicação autorizada através de e-mail de 09/12/2011

2 comentários:

Patricia disse...

É a sutileza das coisas simples. Zélia, adoro o que você escreve.

Vanice Ferreira disse...

Boa tarde Zélia, bonito e inspirado texto!Gostei!Abraços, e um 2012 lindo!