terça-feira, 17 de janeiro de 2012

O Homem da Rosa








“Trago uma flor comigo” – disse ele em voz alta, talvez querendo ser ouvido por alguém...







Recentemente, tive o privilégio de conhecer o jornalista e escritor amazonense Carlos Costa, através de um comentário deixado por ele em minha publicação La Barca. Pessoa educada, carismática, suas crônicas são agradáveis de ler e mostram um pensador, questionando sobre tudo, portador de uma bagagem de conhecimento imensurável.

Autor do livro O Homem da Rosa, em seu prefácio ele apresenta um homem sem idade, sem passado, presente ou futuro. Um homem que discute temas comuns, em lugares comuns. Um homem que mostra que a vida é formada em círculos de onde se sai e para onde se vai. Um homem quase comum, igual a você, a mim, a nós, que buscamos respostas...

Na apresentação do livro, o poeta Pojucam Bacellar comenta que o texto de Carlos Costa navega no cotidiano dos sentimentos, a caminho do sonho e do delírio, mas um delírio construtivo, oportuno, afinal é imprescindível clamar o amor diante das indiferenças.

Quando Carlos Costa me pediu para formatar um PPS com fragmentos deste seu livro, senti-me honrada, contudo, confessei a ele que eu entraria em contato com as formatadoras que gentilmente me enviam seus belos trabalhos, pois eu apenas veiculava as apresentações recebidas de amigos. Feito isto, a encantadora Amélia Soares se prontificou em me ajudar e aceitou o desafio. O resultado aí está: magnífico! 


Melhor visualização na tela cheia (full screen)
Formatação: Amélia Soares  
Fundo musical: Corazon Solitario, Ernesto Còrtazar 
Fragmentos do livro selecionados por: Fernanda Paixão (neta sobrinha de Carlos Costa)

O Homem da Rosa é um peregrino que tenta plantar a flor no coração dos homens. De aparência simples, envelhecido, barbudo e maltrapilho, segue com sua esplendorosa rosa imortal na esperança de poder entregar a flor a outras pessoas, para que ela floresça em seus corações.

Esta obra pode ser encontrada na íntegra no Gândavos, http://gandavos.blogspot.com.br/2012/01/o-homem-da-rosa-autor-carlos-costa.html

8 comentários:

Carlos Lopes disse...

Yolanda Hollaender, obrigado pela gentileza para com a minha pessoa. É uma honra postar uma homenagem feita ao amigo (nosso amigo) Carlos Costa e o seu eterno O HOMEM DA ROSA. Parabéns a você, a Amélia Soares pela formatação e a Fernanda Paixão, pela seleção de fragmentos do livro.

Carlos Costa - Jornalista - Manaus/AM disse...

Yolanda, Carlos Lopes e Amélia Soares, não sei o que escrever a tantas pessoas maravilhosas como os são todos. Só poço beijar-lhe no coração, beijando a minha rosa. Não tenho palavras para agradecer aos amigos. Bjs e bjs de emoção, perfumados pelo perfume de minha rosa.

José Elais farias - Recife/PE disse...

Como tenho acesso ao livro: O HOMEM DA ROSA?

Carlos Lopes disse...

José Elias, você pode acessar o livro O Homem da Rosa do autor Carlos Costa de duas maneiras. Na lista de autores neste blog, lado esquerdo da página, na letra L ¨ o amigo encontra: LIVRO: O HOMEM DA ROSA; no blog do próprio autor também está disponibilizado a obra na íntegra. Aí vai o endereço: http://carloscostajornalismo.blogspot.com/

Fabiana Lopez - São Paulo/SP disse...

Parabéns na pessoa de Yolanda pelo belíssimo PPS e confesso, havia lido um capítulo do livro O Homem da Rosa e parei. Sabe como é a vida de estudante! De férias, retorno agora ao extraordinário livro razão da sua criação. Um abraço.

Isaura Mendes da Cruz disse...

Só uma palavra pode definir este PPS: LINDO!!!

Felipe Augusto Freire disse...

Já havia lido O Home da Rosa. Adorei o PPS. Aconselho os dois, minha gente.

Ana Bailune disse...

Bom dia! Uma perfeita combinação de som, letras e imagem, tudo belíssimo! Que esta rosa esteja muito bem plantada no coração de todos nós...