sábado, 17 de dezembro de 2011

E então ... - Autora: Sonia Biasus

É interessante os sentimentos que afloram nesta época de natal. Natal cristão é bem verdade, mas todos comemoram com a família ou entre amigos. O que leva as pessoas a serem mais generosas, mas alegres, mais sensíveis neste tempo natalino? Neste mundo globalizado e extremamente consumista? Diria que ao se ter um pouco mais de proventos se exagera nas compras, presentes e lembrancinhas para todos a quem se gosta ou que de uma forma ou outra nos foram “úteis” durante o ano que está terminando. Por que digo “úteis”? Sim úteis, porque lembramos mais de quem nos fez alguma coisa do que daquele ser que nada fez. Aquele que apenas esteve ali seguindo seu curso vital diante de nós. Mas o fato é que nesta época do ano as pessoas estão mais sensíveis. Qual razão?  Diria que são varias as razões, porém insisto em dizer que o fato de podermos consumir mais nos deixa alegre, para alguns é claro. Para outros, que nada têm a comemorar, as razões são doloridas. Quantas crianças na fila do “papai Noel” esperando por um milagre. Quantos sonhos em sua ingenuidade infantil em busca de uma alegria. Um simples presente de natal seja ele qual for e os sonhos continuam naqueles seres extremamente especiais. Os sonhos de uma criança são tão simples, mas também tão sofisticados. Porque sofisticados? Porque são sonhos de um mundo que os adultos esqueceram que existe. O simples fato de acreditar seja em papai Noel ou em outra coisa fica sempre para esta época do ano.  Durante o ano todo corremos atrás de nossas realizações consumistas, é o trabalho, é o corre-corre do dia-a-dia. Não temos tempo para sonhos, deixamos para sonhar somente no final do ano. E então, na noite de natal, abraçamos, beijamos e presenteamos como se o ano todo se resumisse em apenas uma noite. Ufaaa...graças a Deus que temos um dia ao menos para sentimentos de amor, compaixão, fraternidade. Graças a Deus que podemos estar perto de quem amamos, consumindo ou não o importante é estarmos juntos. ACREDITE, VIVA, REALIZE, BEIJE, ABRACE, distribua o maior presente que você pode dar: O SEU CARINHO E SEU AMOR. Este é meu presente para todos meus leitores, MEU ETERNO AGRADECIMENTO E MEU CARINHO ESPECIAL.
Autora: Sonia Biasus


Blog: http://soniabiasus.blogspot.com/(poesias e textos literários de minha autoria)
Blog: http://sb-assessoriapedagogica.blogspot.com/(postagens da escola)
Blog: http://writermontblanck.blogspot.com (Me conta um conto?(conteúdo infantil)
Blog: http://http://transtornodohumoroubipolaridade.blogspot.com/ (informativo)
Cronista/colunista: www.revistasemlimites.com.br
Colaboradora do blog:http://gandavos.blogspot.com/


4 comentários:

Patricia disse...

Excelente texto Sonia Biasus. A sua crônica é muito bem elaborada, muito natalina e muito realista. Traduzindo: Muito humana! Você não esqueceu nada. Gostei também do seu estilo ... muito interessante. Parabéns e feliz Natal.

Sonia Biasus disse...

Obrigada Patricia por suas palavras. São os comentários de nosso leitores que nos impulsionam a escrever outros textos e a melhorar cada vez mais.Visite meu site e poderá ler outros textos e poesias de minha autoria. Bjs e Feliz Natal!

Carlos Costa disse...

Essa crônica, oritimamente elaborada, questiona uma coisa simples: por que passada essa fase natalina, os seres humanos não continuam agindo da mesma maneira? Um abraço,

Carlos Costa disse...

otimamente elaborada, escrevi...